Aulas de Física e Química

A tua Energia II...

Diferença de Potencial

Certamente já reparaste que é possível encontrar à venda vários tipos de pilhas ou baterias diferentes. Para além da diferença no tamanho, algumas delas apresentam diferença na "voltagem". Por exemplo:

Pilha AAA

1,5 V

Pilha de Lítio

3 V

Bateria de Automóvel

12 V

Aquilo a que chamamos habitualmente de "voltagem" é a diferença de potencial (d.d.p.) da pilha ou bateria. Essa d.d.p. está relacionada com a energia que a pilha ou bateria transfere para as cargas eléctricas que vão percorrer o circuito.

A unidade SI para a d.d.p. é o Volt, cuja abreviatura é o símbolo V.

Podemos dizer então que a bateria de 12 Volt fornece mais energia às cargas eléctricas de um circuito do que a pilha de 1,5 Volt.

PUB

Como determinar a Diferença de Potencial

A d.d.p. de uma fonte de energia ou aos terminais de qualquer componente eléctrico em funcionamento pode ser determinada utilizando um Voltímetro.

Voltímetro Analógico

Voltímetro Digital

Num circuito eléctrico o voltímetro é sempre ligado aos terminais do componente eléctrico para o qual queremos determinar a d.d.p., ou seja, o voltímetro é sempre ligado em paralelo com o componente:

Diferença de Potencial em Circuitos em Série

Considera um circuito eléctrico constituido por 1 pilha de 3 Volt, 1 interruptor e 2 lâmpadas ligadas em série com a pilha.

Ao medir a d.d.p. aos terminais da pilha, o voltímetro regista 3 Volt:

Ao medir a d.d.p. nas lâmpadas, os resultados obtidos foram os seguintes:

Pode-se então concluir que:

- Num circuito em série, a d.d.p. da fonte de energia (pilha) é igual à soma das d.d.p. dos receptores de energia (lâmpadas);

- d.d.p. pilha = 3 V

- d.d.p. 1.ª lâmpada + d.d.p. 2.ª lâmpada = 2 + 1 = 3 V

PUB

Diferença de Potencial em Circuitos em Paralelo

Considera um circuito eléctrico constituido por 1 pilha de 3 Volt, 1 interruptor e 2 lâmpadas ligadas em paralelo com a pilha. O material utilizado é o mesmo da actividade anterior:

Ao medir a d.d.p. na pilha e nas lâmpadas, os resultados foram os seguintes:

Pode-se então concluir que:

- Num circuito em paralelo como o deste exemplo, a d.d.p. do ramo principal é igual à d.d.p. em cada um dos outros ramos.




Professor Nuno Machado Ciências Físico-Químicas Hit Counter by Digits