Aulas de Física e Química

Laboratório de Química III

A Formação de Iões

Grande parte dos átomos, quando isolados, não são estáveis e, por isso, têm tendência a unir-se a outros átomos dando origem a moléculas, ou então ganham ou perdem electrões, dando origem a iões.

Como se Formam os Iões?

A formação de iões vem da necessidade de os átomos terem o último nível de energia com electrões totalmente preenchido. Considera o exemplo do átomo de Cloro (Cl), com Número Atómico 17, já estudado anteriormente:

Sabendo o Número Atómico (17) sabe-se também o número de Protões(17).
Num átomo, o número de Protões, 17, terá que ser igual ao número de Electrões, também 17.

Tal como já viste anteriormente, os electrões do átomo de Cloro distribuem-se por 3 níveis de energia. A sua distribuição electrónica é:

17Cl → 2 - 8 - 7

Este átomo tem 3 níveis de energia com electrões, e o último nível com electrões, o nível 3, apenas tem 7 electrões, não estando por isso completamente preenchido. Para estar completamente preenchido, o último nível com electrões deve ter 8 electrões (, à excepção dos casos em que o último nível com electrões coincide com o primeiro. Nesses casos são necessários apenas 2 electrões). Assim, este átomo de Cloro não é estável, e para se tornar estável pode...

- pode ganhar 1 electrão e fica com o último nível completamente preenchido;

- pode perder os 7 electrões do nível 3 e fica com o nível anterior completamente preenchido.

PUB

Como é fácil de compreender, é muito mais provável o átomo ganhar 1 electrão do que perder 7 electrões:

Como ganha 1 electrão, passa a ter excesso de cargas negativas, logo dá origem ao ião Cloreto, com carga mononegativa (-1).

Tenta agora prever qual o ião formado pelo átomo de Sódio (Na), com número atómico 11.




Professor Nuno Machado Ciências Físico-Químicas Hit Counter by Digits